Kandy Privé: luxo, sofisticação e puro desejo

Sensualidade com requinte e sofisticação é a proposta da designer gaúcha Natália Franco que assina a nova marca de lingerie Kandy Privé.

Depois de sete anos radicada em Londres, Natália Franco retornou ao Brasil em 2010 para lançar sua coleção de lingerie. O tema da marca, a Belle Epoqué, não poderia estar mais em alta. Referência também para as produções das fantasias da hypada festa inglesa "Torture Garden", foi justamente criando modelitos para clientes de lá - freqüentadoras da balada S&M - que a estilista resolveu lançar a sua linha íntima e sexy por aqui.

A atmosfera burlesca dos cabarés franceses, com suas produções delicadas e sensuais, que habitam até hoje o imaginário de homens e mulheres como símbolos de desejo, glamour e atitude são o tema da festa e serviram também como ponto de partida para a Kandy Privé.

Natália, que se define como "lingerie addicted", aprendeu em família e ainda menina a magia dos bordados e dos trabalhos manuais. Assim, ela somou a sua paixão pelas peças com a arte de costurar, e criou todo um universo da marca onde o corselet reina absoluto.

"Os meus corseletes esculpem o corpo feminino", explica Natália. "O ajuste perfeito, devido às matérias-primas tecnológicas trabalhadas manualmente e a modelagem precisa, realçam naturalmente as curvas femininas."

Mas isso seria pouco sem o trabalho primoroso com rendas, bordados e pedrarias que ornamentam cada lingerie de forma única. Da mesma forma foi produzida a linha de sutiãs e calcinhas para as mulheres contemporâneas, independentes e autoconfiantes. Conhecedora do seu poder de sedução, a consumidora Kandy Privé usa e abusa das peças sofisticadas e trabalhadas com precisão artesanal confeccionadas com as melhores matérias-primas, fios e aviamentos sem deixar de lado o conforto.

Criada com base na grade de tamanhos européia, a Kandy Privé se diferencia pela variedade de shapes que oferece, diferenciando o tamanho de costas e bojo.